sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Exemplo de sustentabilidade: casa de garrafas pet.

As pessoas que me conhecem sabem o quanto gosto de receber curiosidades através do e-mail.
Esta, além de inusitada, prova o quanto o homem pode ser capaz de criar, organizar e construir de maneira sustentável.

Recebi o e-mail, pesquisei e descobri que o potiguar Antonio Duarte,
do município de Espírito Santo, localizado a 70 km de Natal desenvolveu uma técnica de construção de blocos compostos por areia, cimento e garrafas e construiu uma casa com 46 metros de área coberta, com 2.700 garrafas pet e o custo aproximado é de R$ 8.000,00 (oito mil reais).


O tempo estimado para a construção é de, aproximadamente, três dias.


Descobri que, segundo o criador, a ideia foi patenteada em Natal.
Espero que as construtoras, entidades governamentais, sociedade civil e organizações não governamentais apoiem essa iniciativa.

Agradeço ao Thy Cowboy pelo e-mail.


(Fotos recebidas por e-mail, autor desconhecido.)

3 comentários:

Cybelle Morena disse...

Boa Noite Meu nome é Claudineia sou educadora infantil, e me interessei muito pelo seu trabalho, com construção de garrafa pet, gostaria de saber mais sobre esse projeto, e gostaria de saber se poderia me ajudar, minha ideia de inicial é construir 1 comodo no local aonde trabalho onde serveria como casa de boneca ou briquedos, mais gostaria de fazer essa construção com a ajuda das crianças que tem idade entre 3 e 4 anos, são crianças muito dinamicas. espero resposta. obrigada bjão
meu e-mail. neia_moa@hotmail.com

Gy Camargo disse...

Olá Claudineia!
Seja bem-vinda ao meu blog, que bom que você gostou da matéria!
Embora eu quisesse muito que o trabalho fosse meu, tanto pela criatividade quanto pelo baixo custo, o trabalho é do Antonio Duarte, que mora numa cidade chamada Espírito Santo, localizada a 70 km de Natal, no Estado do Rio Grande do Norte.
Eu apenas recebi por e-mail as fotos, pesquisei a respeito e fiz essa postagem, para que pessoas interessadas, assim como você soubessem dessa alternativa sustentável da construção civil.
Para te ajudar, eu indico o blog do Rodrigo Barba: http://rodrigobarba.com/blog/tag/garrafa-pet/ e o e-mail que ele disponibiliza é: blog@rodrigobarba.com
Espero ter ajudado! Se tiver qualquer dúvida, ou se precisar de mais indicações, por favor, deixe um comentário. Assim que puder eu respondo.
Abraços e um ótimo 2011.
Gy

Gy Camargo disse...

Olá Claudineia, estou aqui de volta.
Não ligue, eu respondo em prestações.
Caso você retorne a esse post, quero registrar que não quis interferir na sua boa idéia, mas não consegui.
A idade ideal (de prontidão), para que as crianças executem a atividade de construção da casinha está em torno dos 6-7 anos, onde a motricidade grossa e a interação social estão mais desenvolvidas.
Com os seus pequenos de 3-4 anos, acredito que a forma de envolvê-los desde cedo nas tarefas de reciclagem e trabalhar o conteúdo sustentabilidade é estimulá-los a pedir aos pais que guardem as garrafas pet.
Você também pode pedir para as crianças guardarem as garrafas em um local, na escola,reservado para essa finalidade, informando que será para a construção da casinha de bonecas (o que também é uma boa forma de envolver os pais nas atividades da escola).
Abraços,
Gy